Valença do Minho : Câmara Quer Facilitar a Vida aos Valencianos > Obras para o Balcão Único Municipal já começaram

A Câmara Municipal de Valença está a recuperar o edifício da antiga Caixa Geral de Depósitos na Fortaleza, numa obra com o valor de 150 mil euros. O edifício vai receber o novo Balcão Único Municipal e do Cidadão.
No piso intermédio do edifício, com acesso para a Rua Mouzinho de Albuquerque, ficará o novo Balcão Único Municipal onde estarão concentrados todos os serviços de contacto direto com o cidadão, bem como o respetivo backoffice de apoio. Um espaço que agrupará os serviços de atendimento ao público e permitirá que os munícipes possam tratar de diversos assuntos, evitando a necessidade de se deslocarem e de se dispersarem entre os vários serviços municipais, bem como um posto de atendimento dos diversos serviços da administração central.
Na parte superior do edifício mantém-se os serviços de educação. Na cave ficará o novo Datacenter Municipal, com os servidores da informática e comunicações de apoio aos serviços municipais. Uma nova valência que permitirá uma maior segurança e eficácia na gestão da informação digital e apoio aos equipamentos informáticos. A Caixa Multibanco que se encontra no interior do edifício será reposicionada com contacto direto para a Rua Mouzinho de Albuquerque.
A intervenção no edifício permitirá, ainda, o acesso a cidadãos com mobilidade reduzida, com rampa de acesso, pela rua da Oliveira e elevador que servirá os três pisos.
Esta obra enquadra-se no plano de valorização do património municipal que tem permitido, nos últimos anos, recuperar, readaptar e dar novas funções e utilidades a um conjunto de imóveis que estavam abandonados ou com respostas que já não correspondiam às necessidades da comunidade. Para além da intervenção no edifício da Caixa, a Câmara Municipal tem obras em curso no Complexo da Piscina Municipal e no painel artístico do edifício da Alfândega Cultural, bem como realizou intervenções , nos últimos anos, na antiga Assembleia Valenciana, com transformação em Arquivo Municipal, nos Pavilhões Municipais e deu nova vida e funcionalidades às antigas escolas primárias.

A obra do antigo edifício da Caixa vai ser financiada em 85%, no montante de 60 mil euros, pelo programa Compete – SAMA – de modernização administrativa e instalação do Balcão Único e do Empreendedor.