Última hora : aplazada para una fecha próxima la tourada de Viana do Castelo

O Movimento Vianenses pela Liberdade espera vir a organizar em breve noutro local a anunciada corrida de touros em Viana do Castelo. Para o efeito, já tem garantido um terreno alternativo mas aguarda a melhoria das condições meteorológicas.
O Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga não impedia a realização da Tourada em Viana do Castelo mas o local da sua realização não poderia ser o terreno escolhido este ano pela organização, uma vez que colocava em causa vários regimes de ordenamento do território, conforme invocado pelo município vianense.
A Sociedade de Advogados Camacho, Nunes e Associados, sociedade de advogados mandatária da Associação – Movimento Vianense pela Liberdade, tendo representado a mesma na acção de Intimação para a defesa de direitos e liberdades, que correu termos junto do Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga, com o fim de ser autorizada pelo Município de Viana do Castelo uma corrida de touros no próximo dia 23 de Agosto, em Viana do Castelo, acaba de emitir um comunicado com o objectivo de “informar que aquela acção foi merecedora de despacho de indeferimento, com o único fundamento do local a ser realizado o evento tratar-se de um terreno de natureza agrícola não podendo sofrer compactação”.
Tendo sido recepcionada no dia 21 de Agosto, “pelo promotor de corridas, licença de representação emitida pela IGAC (Inspecção Geral das Actividades Culturais), licenciando e aprovando a realização daquele espectáculo, encontra-se a Associação a diligenciar por escolher um local para que o evento se realize na data agendada e devidamente autorizada por aquela entidade”. “Esta sociedade continuará a representar aquela Associação, com o fim de fazer valer o direito aos Vianenses de assistirem a corridas de touros no seu município, como é de merecida justiça, e já no decorrer da próxima semana intentará as necessárias e respectivas acções judiciais, nomeadamente contra a deliberação aprovada pelo município* em *27 de Fevereiro de 2009*, onde declara “Viana do Castelo anti-touradas e decidiu não autorizar a realização de qualquer espectáculo tauromáquico.”, acrescenta o comunicado.
Fonte: Rádio Geice