25/1/16

Un socio del Sporting de Braga es el nuevo presidente de Portugal : el profesor Marcelo Rebelo de Sousa ganó por goleada

REBELO DE SOUSA GANÓ POR GOLEADA. SU GRAN POPULARIDAD TELEVISIVA LE AHORRÓ
MUCHOS ESFUERZOS EN SU CAMPAÑA ELECTORAL
Profesor en la Universidad, gran comentarista de la actualidad del país -durante años y en los más potentes canales de televisión, con gran predicamento en todo lo que decía...-. Hay quien le asocia al PSD : tal vez lo correcto sería decir que el PSD -partido de centro derecha- procura asociarse a el; al fin y al cabo estamos hablando de quien ha sido siempre un verso libre... Aficionado al fútbol : declarado seguidor y socio desde hace décadas del Sporting de Braga. Marcelo Rebelo de Sousa ya es presidente de Portugal porque obtuvo más del 50% de los votos. No tendrá que ir a una segunda vuelta. Y en los primeros días de marzo se instalará en el despacho del Presidente de la República. 


Marcelo Rebelo de Sousa venceu as eleições á Presidencia da república Portuguesa, com 52,11 por cento dos votos e vai ser o 20º Presidente da República de Portugal, sucedendo a Cavaco Silva. Sampaio da Nóvoa (22,82%) foi o segundo mais votado, sendo de assinalar o terceiro lugar conseguido por Marisa Matias, cuja votação, superior a 10 por cento (10,12%) pulverizou completamente as sondagens publicadas durante a semana. Em sentido contrário, Maria de Belém (4,24%) ficou muitos furos abaixo das previsões.
Dos 9590839 inscritos, votaram 4678378, o que equivale a uma abstenção de 51,22 por cento. As eleições ficam marcadas pelo boicote às urnas levado a cabo na freguesia de Muro, Trofa. A população reivindica o prolongamento da linha de metro do Instituto Superior da Maia até à Trofa. Nos Estados Unidos, o mau tempo impediu a votação dos emigrantes portugueses nos Consulados de Newark e Washington.

A tomada de posse de Marcelo Rebelo de Sousa está marcada para 9 de Março.

Resultados*

Marcelo Rebelo de Sousa 52,11%

Sampaio da Nóvoa 22,82%

Marisa Matias 10,12%

Maria de Belém 4,24%

Edgar Silva 3,91%

Vitorino Silva 3,29%

Paulo de Morais 2,15%

Henrique Neto 0,83%

Jorge Sequeira 0,30%

Cândido Ferreira 0,23%

Votos Brancos 1,24%

Votos Nulos 0,92%

Abstenção 51,36

*faltam apurar 5 freguesias

"Todos me merecem o mesmo respeito. Todos fazem parte da pátria que somos, cá dentro e lá fora".
No início da sua intervenção, Marcelo Rebelo de Sousa explicou a escolha do átrio da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa como o local para esta noite eleitoral.
"Fiz questão de me dirigir ao país esta noite a partir da Faculdade de Direito de Lisboa, casa de liberdade, de pluralismo, de abertura de espírito. Não foi uma opção política, foi uma escolha de natureza afetiva. Ao longo de 50 anos, primeiro como aluno e depois como professor, esta casa fez de mim muito daquilo que sou", justificou.
Marcelo disse ter recebido dos pais e da sua formação inicial "os valores personalistas, a distinção entre o bem e o mal, a preocupação pelo país, o gosto pela simplicidade e o apego aos serviços dos outros".
"A Faculdade de Direito deu-me quase tudo o resto, e deu-me muito: a convicção da importância da educação e da investigação, a ideia do serviço público, a noção de que o futuro se constrói a aprender, a ensinar, a conviver, a partilhar o conhecimento", acrescentou.
"O povo é quem mais ordena e foi o povo que me quis dar a honra de ser eleito Presidente da República", rematou.